quarta-feira, 20 de julho de 2011

Fanfinction- "A nova Era" Capítulo 23- Desaparecimento

Já era noite e o Inuyasha ainda não tinha voltado. Era noite de Lua Nova, era quando ele se tornava humano e vulnerável. Era o alvo perfeito para youkais furiosos que andavam a trás da Jóia. Mas acho que isso não me preocupava, acho que eu estava mesmo frustrada com o facto de ele ter ido a correr a trás da Kyou. Eu estava sentada em frente ao poço, desde que tinha chegado. Estava tão preocupada que não conseguia ir a nenhum lugar, queria ir atrás dele mas por onde começar? A lua tinha desaparecido e a única coisa que sobrava no céu eram as estrelas e as nuvens que as tapavam. Debaixo do mesmo céu o Inuyasha e a Kyou estavam a fazer sabe-se lá o quê. Queria tanto saber por onde ele andava, queria estar com ele, mesmo que fosse para salvar a Kyou. Mesmo que fosse para ser humilhada diante deles, queria estar com ele.
(Sango)- Tsuki estás aqui fora à muito tempo, ainda não comeste. Vem connosco para aquela cabana.
-Não, eu estou bem aqui. Obrigada Sango.
(Sango)- Vais te constipar.
-Deixa estar.
(Sango)-Mas é melhor…
-Ai Sango deixa-me em paz. Deixa-me sozinha.
(Sango)-Mas…
-Sai daqui!
Ela afastou-se de braços cruzados. “Eu também escusava de lhe falar assim. Mas agora não estou com paciência para ninguém. Quero estar sozinha. O que será que o Inuyasha está a fazer? Já passaram várias horas e nem sinal dele. Onde será que ele se meteu?”
A noite ia avançando devagarinho. Debaixo daquela imensa escuridão, aconteciam várias coisas, sem eu dar por ela. Debaixo do mesmo céu o Inuyasha e a Kyou estavam algures…juntos. E eu desesperada por ter noticias do Inuyasha. O vento calmo e leve mexia e remexia o meu cabelo, assim como os meus pensamentos que passavam de leves pensamentos a pesados pensamentos. Os meus olhos começavam a pesar, o sono absorvia a minha consciência cada vez mais.  Finalmente fecharam e entrei no mundo dos sonhos.
A imagem do Inuyasha e da Kyou abraçados e a beijarem-se invadia a minha mente, deixando-me perturbada. Eles cada vez mais juntos e eu mais afastada dele. Esse pesadelo fez-me acordar e abrir os olhos bruscamente. Ainda continuava no mesmo sítio, em frente ao poço. Apenas alguns minutos tinham passado desde a última vez que estive acordada.
O sono foi mais forte e fez-me adormecer novamente.
Algumas horas depois acordei deitada no chão, com a camisola do Inuyasha por cima de mim, a cobrir-me o corpo. O sol já tinha nascido, mas ainda era cedo. Sentei-me esfregando os olhos. A figura desfocada de uma pessoa sentada a minha frente a observar-me, fez-se sobressair. Era ele. O Inuyasha. Arregalei os olhos. Ele finalmente estava à minha frente, não era um sonho ou uma ilusão.
-Chegas-te finalmente.
(Inuyasha)- Desculpa fazer-te esperar.
Ele estava muito ferido. A sua aparência metia-me pena, mas por outro lado ele é que teve a culpa de sair na noite de Lua Cheia.
-Devias ter mais quando é noite de Lua Cheia.
(Inuyasha)- Eu sei.
Ele levantou-se. E dirigiu-se para a pequena cabana.
-Inuyasha!
Ele virou se para mim. Eu corri para os seus braços abraçando-o. Os meus olhos não conseguiram conter-se e derramaram lágrimas. Eu estava a chorar profundamente.
-Fiquei tão preocupada. Não me disseste para onde foste. Tive medo que te acontecesse algo de mal, ou mesmo que….
(Inuyasha)- Está tudo bem. Eu já estou aqui. Obrigada por te preocupares.
Eu continuava a chorar. “Foi mais forte que eu. Estava tão preocupada que não consegui conter-me.”     


Eu ainda não fiz o desenho. Quando fizer eu posto. Espero que gostem.

1 comentário:

  1. gostei muito desse capitulo. estou agardando anciosamente para ver o desenho e o proximo capitulo.
    beijos!

    ResponderEliminar

Número total de visualizações de página