segunda-feira, 27 de junho de 2011

Fanfinction- "A nova Era" Capítulo 14- O baile de Outono

Estávamos já a atravessar o poço. Chegamos à minha Era actual. Tinha já imensas saudades dos dias que tinha ali passado, mas já nada me era confuso, e nunca mais seria. Subi o poço e retirei as chaves da bolsa de fora da minha mala. Enfiei a chave na ranhura e rodei. A porta principal do prédio abriu num ruído que ecoou pelo prédio inteiro. Premi o botão para chamar o elevador e carreguei no botão do andar 7. O elevador subiu depois parou no meu andar. O meu apartamento encontrava-se no lado direito do elevador.
-Entra. Eu vou tomar um banho. Saímos de casa quando o sol se por. Ok?
(Inuyasha) - sim.
Olhei atentamente para as roupas que ele trazia vestido. Um quimono vermelho ia dar demasiado nas vistas, principalmente se ele estivesse a dançar com a rapariga menos popular da escola, a LOSER!
-Inuyasha essa é a tua roupa formal?
Ele olhou para mim com uma cara de interrogação.
(Inuyasha)- O que queres dizer com isso. Formal.
-Esquece. Eu vou tomar banho. Senta-te ali.
Apontei para o sofá que estava na sala.
-Vê televisão.
(Inuyasha)- Televisão?
-Imagens passam naquela caixa como magia. É espantoso. Tens de ver. “Magia? Por favor! Mas é a melhor maneira para o por quieto por meia hora. Acho eu…” agora senta-te. E não saias daqui. Se alguém tocar a campainha não abras. Tabem?
(Inuyasha)- Sim.
Dirigi-me ao quarto e retirei da gaveta um vestido preto que a minha mãe me comprou especialmente para este dia. Naquela altura pensava que o meu par ia ser o Hiroshi, mas agora não me interesso, queria era estar com o Inuyasha. Arrastei-me até a casa de banho. Espreitei para dentro da sala. O Inuyasha continuava sentado no sofá a olhar para a televisão como se fosse algo muito saboroso mas que não estivesse ao nosso alcance.
A água corria da torneira para dentro da banheira. Enchia e entrei para dentro dela. O vapor que saia da água embaciava a casa de banho inteira. Não se via nada dentro daquela Sauna autentica. O banho parecia purificar-me a alma.
-ahh há tanto tempo que não tomo um banho assim. Que bom!!
Enrolei-me na toalha. Puxei para mim a minha roupa interior. Depois de a ter vestido só faltava vestir o vestido. “Vai ser a primeira vez que o vou vestir e a minha mãe nem está cá para ver. Tenho saudades dela.” O vestido ficava-me à medida. No quarto da minha mãe tinha um espelho grande. Ao ver-me naquela figura sentia-me mais adulta. Era normal eu usar apenas calças ou calções. Nunca me tinha habituado à ideia de usar vestidos. Sem ser a farda da escola ou quando estava em casa, mas agora era diferente.  
(Inuyasha)- Estás muito…bo.ni-ta, por assim dizer.
-Só isso? Por assim dizer? Obrigada.
Retirei do roupeiro dos meus pais um fato do meu pai, para cerimónias. Estendi-o à frente do Inuyasha.
-Deve servir-te. Toma veste isto.
(Inuyasha)- deves estar no gozo!
-Calou. Veste-te que eu vou pentear-me e a seguir é a tua vez.
O calor que vinha do secar alisava o meu cabelo, que agora era pequeno devido a tesourada que lhe dei no dia em que o Inuyasha me beijou. “Gostava de sentir os seus lábios outra vez…”
-Mas que raio estou eu a pensar. Tsuki concentra-te.
Chamei o Inuyasha para lhe pentear o seu enorme cabelo. Ele apareceu à frente da porta naquele fato. Parecia muito mais actual para os meus olhos.
-Estás óptimo. Ainda bem que te serve.
(Inuyasha)- Sinto-me ridículo.
-Estás muito bem.
Uma hora se passou naqueles arranjos todos. O sol já se tinha posto. O Inuyasha tinha-se tornado humano por completo. “Um simples e belo humano.”
Apanhamos o metro e depois o autocarro para a escola. O Baile ia-se realizar no ginásio da escola. Iam lá estar todos. A Kotomi, o Hiroshi, a Yuuki, e o resto do pessoal. “Talvez hoje seja diferente.” No metro.
(Kotomi)- Tsuki!
-Kotomi.
(Kotomi)- vieste ao baile. Quem é o teu par?
-Ele. –apontei com o polegar para o Inuyasha que estava atrás de mim.
(Kotomi)- eu já o vi. Ele não é aquele rapaz que estava contigo na escola da outra vez. Como é que ele se chama mesmo…Inu---qualquer coisa.
- pois é.
(Kotomi)- mas ele não tinha o cabelo num tom prateado?
- Ele pintou-o. Não foi  Inuyasha?
(Inuyasha)- Sim. Claro que foi.
(Kotomi)- Está muito melhor assim.
-Pois…
Chegámos à escola. A musica fazia-se ouvir pela escola inteira. “Espero que corra tudo bem.” 
Entrámos na escola e dirigimo-nos para o ginásio.  A música estava em altos berros. Mas passou para um Slow.
- Ahh...Inuyasha...tipo queres...não sei....dan-çar?
(Inuyasha)- Sim pode ser.
- Não sabes dançar, não é?
(Inuyasha)- Nem por isso.
Eu agarrei-lhe na mão e possicionei a minha cintura. Com a outra entrelacei os meus dedos aos dele. O meu rosto começou a aquecer de uma forma excessiva. 
- Limita-te a andar de um lado para o outro. segue o que eu faço.
(Inuyasha)- Está bem.
    



Hoje não há desenho porque não tive muito tempo para o fazer.

2 comentários:

  1. Estava demais!Queria ver o Inuyasha vestido com aquele fato :P

    ResponderEliminar
  2. Estava otimo! Adoro ler a sua fanfiction! :D

    ResponderEliminar

Número total de visualizações de página